Dr Kemper e o promotor Ari Madeira - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
O diretor administrativo da Sta casa, Dr.Kemper, a administratora da Sta Casa, Marleide Narciso e o promotor de Justiça, Ari madeira – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

A comissão das UTIs da Santa Casa realizou na tarde desta terça-feira (05), na sede da entidade em Rondonópolis, uma prestação de contas quanto ao dinheiro resgatado do Estado e destinado pela Promotoria Pública a instituição. Cerca de R$ 4,9 milhões foram investidos em obras e equipamentos destinados a atividade infantil.

De acordo com o membro da Comissão e diretor administrativo da Santa Casa de Rondonópolis, Kemper Pereira, com os recursos foram comprados equipamentos para todas as unidades infantis, como respiradores, fototerapia, monitores, ventiladores, dentre outros.

Quarto de repouso infantil da Santa Casa - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Quarto de repouso infantil da Santa Casa – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Segundo Kemper, serão colocados a disposição da sociedade 46 leitos, a expectativa que o prédio seja entregue com os equipamentos em pleno funcionamento ainda neste mês.

Leia também:  Nortox volta atuar em Rondonópolis após decisão do Tribunal de Justiça de MT

“Estamos oferecendo ao Estado todo o prédio com os equipamentos para que seja utilizado esse espaço, para isso precisamos que o Estado pactue e contratualize esse serviço que estão em prazo final de negociação, esperando uma resposta do Estado até na quarta ou quinta-feira,” mencionou Kemper.

Ele explicou que uma empresa para administrar as UTIs neonatal e pediátricas e a pediatria já foi contatada. “Estamos aguardando o fechamento do contrato com o Estado daqui 2 semanas esteja com isso em pleno vapor funcionando,” destacou.

UTI pediatrica da Santa Casa - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
UTI pediatrica da Santa Casa – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

A Santa Casa passa a contar com 46 leitos, compactuados com o SUS serão 16 leitos neonatal, oito leitos pediátricos, seis leitos semi-intensivos e seis leitos cangurus.

“Tentamos compactuar com o Estado e levamos uma proposta ontem (4) na reunião com a secretário de Estado para levarmos de seis para 10 leitos semi-intensivos e 16 para 17 de uti neonatal,” explicou o diretor.

Leia também:  Esquadrilha da fumaça faz show aéreo em Rondonópolis

O idealizador do projeto, o promotor de Justiça Ari Madeira, explicou que é importante apresentar os gastos a sociedade e mostrar os equipamentos e obras destinadas.

“A obra está pronta e os equipamentos estão nos lugares aguardando apenas um contato do Governo do Estado para que se possa receber as crianças que precisem desses leitos neonatal e pediátrica. É importante lutar pela vida de nossas crianças acredito que o Governo Pedro Taques e a secretaria de Saúde vão ter a maior preocupação e pressão para efetivar essa contratualização,” disse o promotor.

Ari Madeira fala para os presentes na Santa Casa UTI pediatrica da Santa Casa - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Ari Madeira fala para os presentes na Santa Casa UTI pediatrica da Santa Casa – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.