Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa

Os dados do relatório Violência Letal Contra as Crianças e Adolescentes no Brasil apontaram que o número de adolescentes negros e pardos, entre 16 a 17 anos, vítimas de homicídio em Mato Grosso é quatro vezes maior do que em relação aos brancos. Os dados são 2013 e demonstram que no período foram registrados 54 homicídios de negros e pardos e 11 de adolescentes brancos.

De acordo com o relatório elaborado pelo sociólogo e coordenador do Mapa da Violência, Julio Jacobo Waiselfisz, esse número de homicídios representa 63,3 casos de mortes de negros a cada 100 mil habitantes. Já entre os brancos, são 29,7 casos a cada 100 mil habitantes.

Além dos números de assassinatos de crianças e adolescentes negros serem maiores, o Estado tem a 4ª maior taxa de homicídios de jovens brancos no país com a proporção de 7,4 mortes a cada 100 mil habitantes. Mato Grosso só perde para o estado do Paraná (10,7), Espírito Santo (9,4) e Amapá (9,1).

Leia também:  Rodovias federais de MT terá reforço de fiscalização durante feriado de 7 de setembro

Segundo os dados do relatório, considerando a taxa de negros mortos 0 até 17 anos, chega-se a 12,4 mortes a cada 100 mil habitantes, o que coloca MT na 14ª posição no país. Quando analisada a vitimização, Mato Grosso ocupa o 6º lugar com a menor taxa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.