Foto: Folha de S.Paulo
Foto: Folha de S.Paulo

Um balanço feito pelo jornal Folha de São Paulo, que levou em consideração, as prefeituras no país que tiveram bons resultados sociais utilizando poucos recursos financeiros revelou que a maioria das cidades de Mato Grosso são ineficientes. O único município que está classificado como eficiente é Luciara (nordeste de Mato Grosso), a cidade aparece em 993º no ranking.

Segundo o Folha foram levados em conta indicadores de saúde, educação e saneamento básico para calcular a eficiência da gestão e apresentados os dados 5.281 municípios, cerca de 95% do total de 5.569.

Os dados revelaram que apenas 24% das cidades brasileiras pode ser consideradas eficientes. Em uma escala de 0 a 1, elas tiveram nota acima de 0,50 no ranking de eficiência dos municípios (REM-F). Rondonópolis aparece na 3.363ª posição e é considerada pouco eficiente com a média de 0,426. A capital Cuiabá ficou com o 2.683º lugar, recebeu a média de 0,452 e é considerada também com ‘pouca eficiência’.

Leia também:  Não se esqueça | Horário de verão começa neste domingo, em 10 estados brasileiros

Entre as cidades de Mato Grosso que são consideradas com ‘alguma eficiência’, segundo o balanço do jornal Folha de São Paulo, estão 14 municípios: Lucas do Rio Verde (1.407º), Diamantino (1.576º), Sorriso (1.672º), Água Boa (1.745º), Pontal do Araguaia (1.778º), São Pedro da Cipa (1.878º), Nortelândia (1.903º), Nova Monte Verde (2.126º), Guiratinga (2.127º), Cláudia (2.165º), Nobres (2.193º), Jaciara (2.250º), Rio Branco (2.604º) e Barra do Garças (2.614º).

Em 1º lugar no ranking aparece a cidade de Cachoeira da Prata (MG), com 3.727 habitantes. Nas últimas colocações estão cidades do Norte, Centro-Oeste e do estado do Rio Grande do Sul.

No levantamento das cidades de Mato Grosso que são consideradas ineficientes estão 87 municípios, sendo que o menos eficientes do Estado o município de Cotriguçu que aparece no ranking nacional com a 5.214º posição.

Leia também:  Oportunidade | Mais de 60 vagas de estágio abre em Sapezal

Na lista de ineficientes também estão Primavera do Leste, Poxoréu, Pedra Preta, Campo Verde, Itiquira, Alto Taquari, Pontes e Lacerda, Alto Araguaia, Sinop, Tangará da Serra, Várzea Grande e Cáceres. (Veja todos no ranking)

Mato Grosso tem 141 municípios, porém algumas cidades não foram citadas na avaliação, no total aparecem 134 no ranking da Folha.

Segundo o jornal, “em crise, os municípios espelham também alguns dos principais desafios do país, como o crescimento do gasto público, a dependência de verbas federais, a perda da dinâmica da indústria e a ascensão do agronegócio.”

Veja na galeria o ranking:

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.