Um crocodilo de 10 metros de comprimento se tornou o xodó dos criminosos da região de Navolato, no Estado de Sinaloa — lar de uma das maiores organizações criminosas do mundo, o poderoso Cartel de Sinaloa.

Reprodução/ La Policiaca
Reprodução/ La Policiaca

Apelidado de “Bocadito”, o animal estaria sendo usado pelos bandidos para devorar e desaparecer com os corpos das vítimas dos criminosos, segundo moradores do local.

Segundo os rumores, os crocodilos da Lagoa de Chiricahueto — onde vive Bocadito — estariam supostamente acostumados a comer carne humana.

Alguns moradores da região chegam a afirmar que até mesmo pessoas vivas foram jogadas pelos bandidos aos animais da região. Vendadas e com suas mãos e pés amarrados, as vítimas nem sequer conseguiam se defender, de acordo com a população local.

Leia também:  Australiana arrisca a própria vida para salvar tubarão preso em pedras

Os locais relatam ainda ouvir gritos e gemidos vindos da lagoa durante a madrugada — período em que o “Bocadito” costuma sair da água para devorar suas vítimas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.