AlgemadoNo distrito de Indianápolis, município de Barra do Garças, policiais do 5º Comando Regional de Polícia Militar prenderam em flagrante delito um homem e apreenderam com ele quatro armas de fogo, sendo três espingardas e um revólver calibre 38, além de carnes de animais silvestres, entre os quais capivara e jacaré.

A ação aconteceu na tarde desta segunda-feira (01.08), depois de dias de monitoramento da Agência Regional de Inteligência (ARI), da Polícia Militar. Na casa do acusado Sebastião Moreira Guedes, de 64 anos, também havia apetrechos usados na pesca predatória como tarrafas e redes.

Quando os policiais chegaram à residência o acusado estava do lado de fora, escorado na parede. Durante buscas externas os policiais visualizaram em um quarto as três espingardas e parte dos demais produtos ilegais apreendidos.

Leia também:  Forças de Segurança divulgam nomes dos foragidos da Mata Grande

A ação policial integrou a equipe do oficial do 2º Batalhão e da Força tática de Barra do Garças. O acusado e os materiais apreendidos foram entregues na Delegacia de Polícia de Barra.

A lei 7.653, de janeiro de 1988, tornou inafiançáveis os crimes ambientais (contra a fauna), entre os quais a caça de animais silvestres.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.