Divulgação
Divulgação

Um casal americano foi preso nesta terça-feira ao tentar cruzar a fronteira americana com Tijuana, no México, com uma menina morta escondida dentro de uma mala. Johnny Lewis Hartley, de 39 anos, e Mercy Mary Becerra, de 43, pretendiam passar a pé pelos agentes de imigração, mas um scanner de raio-X identificou o corpo. As informações são do jornal “Daily Mail”.

Segundo a publicação, Hatley foi detido na hora. A mulher dele, no entanto, chegou a fugir. Ela foi localizada pouco tempo depois. Ambos estão sob custódia da polícia americana.

Os investigadores do caso apreenderam o corpo, que foi levado para análise. A identificação da criança ainda é desconhecida. Mas, inicialmente, os agentes acreditam que ela tenha sido assassinada. O resultado de uma autópsia, prevista para ser liberada ainda nesta semana, deve trazer mais detalhes sobre a identidade da vítima e a causa de sua morte.

Leia também:  Chinês tenta fugir de hotel para não pagar conta escalando fio a 60 metros de altura

O casal, que mora em Los Angeles (EUA), está sendo acusado de homicídio. Segundo a polícia, Hartley já foi detido por porte de drogas e violações de trânsito. Ele está casado com Mercy há cerca de 10 anos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.