Foto: Arquivo / AGORA MT
Participantes percorrendo a Rua Fernando Correia da Costa – Foto: Arquivo / AGORA MT

A comissão organizadora da tradicional cavalgada da Exposul desistiu do trajeto escolhido inicialmente para a edição deste ano. De início, o trajeto adotado pela organização seria do Horto Florestal até o Casario. Contudo, devido alguns fatores, o trajeto tradicional voltou a ser mantido para a cavalgada que acontece no próximo sábado (06).

De acordo com a organização, a decisão foi tomada após uma reunião na última sexta-feira (29) com o Juizado Volante Ambiental e o Ministério Público. Na ocasião, os órgãos alertaram quanto aos riscos do trajeto que partiria do Horto Florestal, passando sobre a ponte do Rio Vermelho, com destino ao Casario e ao monumento “Cruzeiro”.

A organização concluiu então que além do perigo da travessia da ponte, fazer a concentração no Cais seria inadequada, em virtude, da falta de espaço para comportar o fluxo de caminhões que iriam descarregar os animais que participam do evento. “Ainda poderia oferecer risco à população e aos participantes da cavalgada que estariam concentrados na região do Cais,” informou Araújo.

Leia também:  Recursos Federais | 80 milhões são anunciados para Rondonópolis

Outro fator que foi levado em conta pela organização, foram os pedidos dos comerciantes locais para que voltasse ao trajeto tradicional, já que o novo deixaria de contemplar muitos estabelecimentos comerciais.

Segundo a organização, o mesmo pedido foi feito pelos participantes que disseram preferir o trajeto tradicional da cavalgada. Assim, a comissão organizadora decidiu manter o mesmo trajeto realizado nos anos de 2011, 2012 e 2015.

A cavalgada começa às 08h deste sábado (6), os participantes iniciam o percurso pela Rua Fernando Correa da Costa, passando pela Praça Brasil, e em seguida continuam pela Avenida Amazonas sentido Praça dos Carreiros.

Na Praça dos Carreiros, haverá uma parada no monumento “Carro de Boi”, onde haverá uma homenagem aos carreiros que colaboraram para o crescimento da cidade. Em seguida, a cavalgada seguirá pela Rua D. Pedro 2º, até atingir a Avenida Bandeirantes e segue até o destino final na área pertencente ao antigo Parque de Exposições.

Leia também:  Audiência discute 'Ideologia de Gênero' nesta terça em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.