A confiança do consumidor fica estável no mês de julho, de acordo com o INEC. O índice registra 101,2 pontos, crescimento de 0,2% na comparação com junho, e mantém-se 3,4% acima do registrado em julho de 2015. Apesar da melhora, a confiança segue 7,2% abaixo da média histórica do índice.

Todos os índices que compõem o INEC variam entre uma queda de 1% (no caso do índice de situação financeira) e um aumento de 0,9% (expectativa de desemprego) na comparação com o mês anterior.

Na comparação com julho de 2015, os índices mostram variações positivas. Destacam-se as expectativas de inflação, com aumento de 15,3%, e de desemprego, com crescimento de 8,1%. As variações positivas do período refletem uma menor preocupação dos consumidores com a evolução dos preços e com o emprego.

Leia também:  Jogador Edilson "capetinha" é preso por falta de pagamento de pensão
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.