O vereador do PT, Mauro Campos mudou seu discurso e falou pela 1ª vez durante o uso da tribuna na sessão da Câmara Municipal de hoje (24) que tem a plena convicção que Dilma Rousseff (PT) não volta a presidência da República.

Descrente, o parlamentar disse que acredita na inocência da companheira de partido, mas que a ‘casa já está armada’ para que ela não retorne ao cargo.

O vereador ainda falou que a democracia é respeitar o direito do voto e que o país vive a pior história política e não econômica. Mauro ainda fez duras críticas ao Senado e ao PMDB, momento que pediu desculpas aos vereadores do partido presentes na Câmara. Para ele, o PMDB (partido do presidente em exercício Michel Temer) vem mexendo nos direitos dos trabalhadores e o que deve prevalecer é o interesse do povo.

Leia também:  Longe da política; Verinha termina mestrado

Por fim, Campos ainda relatou que não atribui a culpa de toda a corrupção existente ao PT, que existem corruptos em todos os partidos. E que tem conhecimento de denúncias de corrupção em vários setores, não só apenas na política.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.