Divulgação
Divulgação

Alunos do Centro Estadual de Atendimento e Apoio ao Deficiente Auditivo (CEAADA) Profª Arlete Pereira Migueletti, participaram pela primeira vez da Olimpíadas Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Nessa primeira fase 25 alunos realizaram as provas e quatro foram selecionados para participar da segunda fase que ocorrerá no dia 10 de Setembro.

O professor de matemática da unidade Deyvet G. da Silva Moraes inscreveu os alunos, incentivando-os no aprendizado e na tentativa de descobrir talentos. O professor considera a participação na olimpíadas “fundamental para mostrar as habilidades cognitivas dos surdos, desmistificando à sociedade sobre suas capacidades”.
O aluno D.V. de 17 anos, um dos selecionados para a próxima fase, enfatiza que a participação na olimpíadas o ajuda a superar para cada vez mais os desafios. A diretora da unidade Gláucia Inês Paes de Barros reconhece a importância desses programas de incentivo dada às escolas assim como a inclusão dos surdos no processo educativo inclusivo.

Leia também:  Após notificação do MPE, motoristas têm autuações aplicadas em áreas urbanas anuladas

Os 6.500 alunos com melhor desempenho no Brasil receberão medalhas de ouro (500), prata (1.500) e bronze (4.500), e até 46.200 menções honrosas, distribuídos a estudantes destacados. Os vencedores serão anunciados em 30 de novembro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.