Jeans é o curinga de qualquer guarda-roupa. Mas a cada estação a modelagem muda e o look final também. Quem antecipa a tendência deste tecido tão usado no dia a dia é Sueli Pereira, da Santista Jeanswear.

Qual a próxima tendência em jeans?
O jeans em desenvolvimento são os que buscam cada vez mais conforto para o consumidor final. Melhores exemplos são os lançamentos na família dos elastanos, estes estão cada vez mais à frente das inovações. Seguindo a tendência de conforto, além dos stretchs que dominam o mercado, temos os denim 100% algodão com aspecto pesado, mas mais leve e fluido que chamamos de Fly Denim. Este tipo de jeans permite que você tenha peças com aspectos do jeans tradicional 100% algodão, porém com mais conforto devido à construção mais solta do tecido. Outro grande benéfico destes Fly denim é a possibilidade de se aplicar em modelagens diferenciadas como macacões, vestidos, shorts e calças mais amplas, mas com aspecto e resistência do jeanswear.

Leia também:  Conheça a tendência sereísmo 2017 | Moda e Beleza

E a modelagem?
A cada coleção apresentamos três macro tendências, cada uma com direções de estilos, de acordo com perfis do consumidor – dos mais conservadores aos mais antenados. O que observamos é o crescimento dos shapes da década de 90 como, por exemplo, as cinturas altas e o oversized, principalmente no mercado jovem e trendy. Para um caminho mais seguro e comercial, as skinny são aposta segura, principalmente agora com tecido de alta elasticidade que permite definir a forma com alto conforto e maior mobilidade, uma tendência que veio para ficar. Acreditamos também num meio termo, misturas de referências: cintura alta em modelarem slim ou skinny se contrapondo a tops e jaquetas oversized ou longas.
Há algum retorno de shape ou é algo totalmente novo?
Nosso trabalho é sempre trazer algo novo, ainda que com referências do passado. A moda sempre faz este movimento. O novo é criado a partir de um olhar, de uma experiência mesmo que totalmente oposta a que já foi vivida. O que vemos são muitas evoluções tecnológicas e estéticas. Por exemplo, a evolução do 100% algodão. Os stretchs não param de evoluir ampliando performance, mantendo a forma não apenas para quem veste, mas também para quem fabrica.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.