Foto: assessoria
Foto: assessoria

O deputado Estadual Zé Carlos do Pátio (SD) cobra que o governador Pedro Taques (PSDB) realize, imediatamente, a contratualização para dar funcionamento as cercas de 30 Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis, onde estão ‘paradas’ há pouco mais de dois meses.

Pátio também destaca que por falta dos respectivos leitos diversas crianças e recém-nascidos já morreram. “São 6 UTI’s neonatal, 6 canguru, 6 semi-intensiva,  8 pediátrica entre outras que poderiam estar ajudando a salvar vidas, mas estão sem funcionamento, se deteriorando. Por falta delas, várias famílias têm que se submeter a uma viagem de mais de 200 quilômetros de distância para trazer seus entes queridos para Cuiabá em busca de um leito. Isso é inadmissível para Rondonópolis que é a segunda cidade com a maior economia do Estado”, cobrou.

Leia também:  Nos bastidores, Pátio prepara mudanças no secretariado

Para colocar os leitos em funcionamento, Pátio explica que é necessário que o Governo assuma o pagamento diário de R$ 1.500 por leito, até que as UTI’s sejam habilitadas pelo programa do Ministério da Saúde denominado ‘Rede Cegonha’.

Contudo, o deputado diz que tenta, incansavelmente, marcar u  ma reunião com Pedro Taques para informá-lo sobre a urgência do caso, mas não tem sucesso. “Estou há um mês tentando marcar essa audiência com o Governador. Enquanto isso, várias criancinhas morrem em Rondonópolis por falta de UTI”, argumentou.

Por fim, o deputado lembrou que a contratualização dos leitos foi um dos acordos feitos com a direção da Santa Casa e o então secretário Estadual de Saúde, Eduardo Bermudez, durante uma Audiência Pública realizada em maio, na Câmara Municipal de Rondonópolis.

Leia também:  Augustinho ensaia voltar à política em 2018
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.