Foto: Reprodução Rede Record
Foto: Reprodução Rede Record

Um homem de 29 anos foi morto a facadas enquanto tentava separar a briga da mãe e do padrasto, na última terça-feira (2), na cidade de Avaré, interior de São Paulo. Luiz Leite Guimarães, de 40 anos, foi preso.

De acordo com informações da Polícia Militar, Guimarães se apresentou na companhia de um advogado na tarde desta quarta-feira (3) no primeiro Distrito Policial da cidade.

O suspeito afirmou, em depoimento à polícia, que estava casado com Elizete Barbosa há oito anos. No dia do crime, eles discutiam por causa de ciúme da mulher – ele é nove anos mais novo que ela.

Guimarães relatou que as discussões aconteciam com frequência nos últimos meses. Ele contou que, na noite de terça-feira, a mulher ligou para o filho Thiago Haruo Hoshina e pediu que ele fosse à casa dela.

Leia também:  Superlotação em UTI Neonatal deixa prematuros em lugares improvisados em hospital de MS

No momento em que o filho chegou, ele tentou dar uma gravata no padrasto. Foi aí, ainda segundo o depoimento, que ele pegou uma faca e atingiu Hoshina. O homem disse que não tinha a intenção de matar o enteado.

A vítima foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos antes de chegar ao hospital. O delegado responsável pelo caso, Osmar Scucuglia, pediu a prisão temporária do suspeito por homicídio qualificado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.