O Instituto de Pesquisa ACIR (IPA) fez um levantamento nos últimos dias com moradores da cidade e verificou que a maioria dos pais vai ganhar presente no próximo domingo, 14 de agosto. Apesar de quase metade dos entrevistados (46%) ainda não saberem o que vai comprar, o Dia dos Pais não vai passar sem presente.

O rondonopolitano não pretende economizar no preço do item escolhido para demonstrar o carinho e gratidão. A pesquisa revelou que a maioria (33%) vai gastar em média R$ 115 com o presente, 31% pretende pagar até 80 reais. Os pais que receberão os itens mais caros ocupam o terceiro lugar na lista (10%). Os entrevistados preferem fazer as compras no centro da cidade (48%) e o pagamento em dinheiro foi o mais citado (54%).

Leia também:  Obra de reforma é lançada na Escola CPAC São José

A média salarial da maioria dos que responderam a pesquisa (41%) é de até um salário mínimo, seguidos por 36% que afirmaram receber entre um e três salários.

Os itens que mais foram citados na pesquisa foram os de cuidado com a beleza e o visual dos pais. Os perfumes são a preferência de 21% dos entrevistados. Em segundo lugar estão roupas (18%) e em terceiro acessórios (5%), seguidos pelos sapatos (4%).

O domingo especial dos pais será comemorado pela grande maioria (78%) em casa. Apenas 4% pretendem sair para jantar com os pais em restaurantes e 4% disseram que vão ao shopping.

“Para esta data o índice de compra caiu um pouco, porém ainda é positivo se comparado ao atual cenário econômico do Brasil”, comentou a coordenadora do IPA, Márcia Dótoli.

Leia também:  União de forças garante inserção social de catadores

A pesquisa mostrou também que os pais não receberão presentes somente dos filhos (as), mas também da namorada, netos e netas e até das noras.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.