Foto: Ascom
Foto: Ascom

As bancas examinadoras do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) aplicaram, em duas semanas, 20.695 exames teóricos e práticos, que são pré-requisitos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Deste total, 15.496 foram realizados em 83 cidades do interior do estado, 4.001 em Cuiabá e 1.198 em Várzea Grande. A média mensal de provas aplicadas pela gerência de exames é 21 mil.

De acordo com o gerente de Exames Teóricos e Práticos da autarquia, Loester Siqueira, foi montada uma força tarefa para reduzir o acúmulo de exames, ocorrido devido à greve dos servidores estaduais, o que possibilitou que a meta fosse atingida no período de duas semanas. “A medida foi para compensar o número de avaliações acumuladas, no mês de junho, devido à greve, e colocar em dia o calendário da banca examinadora”, ressalta.

Leia também:  Final de semana em Cuiabá tem peças de teatro, filmes e exposições

O diretor de Habilitação do Detran, Fernando Lopes, explica que essa força tarefa só foi possível em função do aumento do número de examinadores capacitados este ano pela Coordenadoria da Escola Pública de Trânsito (CEPT). “Foi um reforço de 38 servidores capacitados para atuar nas bancas examinadoras. Com este acréscimo, foi possível aumentar o número das equipes e alcançar este resultado em duas semanas. Hoje temos a banca fixa em Rondonópolis e foi possível organizar sete bancas itinerantes para atender todo o estado”, diz Fernando.

Segundo o diretor, a meta é implantar bancas examinadoras fixas em todos os polos da autarquia. Para isso, é preciso capacitar os servidores de carreira por meio do Curso de Formação de Instrutores e Examinadores de Trânsito, com carga horária de 212 horas/aula, que é oferecido pela CEPT. Só este ano ocorreram duas capacitações, uma em Cuiabá, que formou 18 servidores e outra em Rondonópolis, com 20 servidores. O próximo polo a ter uma banca fixa implantada será o de Sinop. Além disso, será formada mais uma turma de novos examinadores, em Cuiabá, até dezembro.

Leia também:  Seduc vai avisar os pais por meio de SMS quando alunos faltarem à aula
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.