Foto: assessoria
Foto: assessoria

No início desta semana, o deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, esteve reunido na sede da Cooperativa de Cotonicultores (COOPERCOTTON), com o vice-governador do estado, Carlos Fávaro (PSD) e com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Duarte, para discutir o projeto de pavimentação de quatro importantes regiões de Rondonópolis.

O projeto de pavimentação vai contemplar a MT-471, saindo da BR-163 até o Parque Ecológico João Basso, uma extensão de 40 km; A MT-383, saindo do trevo do Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias, com 30 km, passando pela comunidade Três Pontes até o distrito Naboreiro; MT-471, trajeto de 12 Km na continuidade da rodovia do Peixe até a comunidade Miau; E a quarta obra será no início do km 23 da Rodovia do Peixe passando pela Gleba Rio Vermelho ligando a BR 364 próximo ao Rondonópolis Praia Clube.

Leia também:  “Estão brincando com a cara do cidadão de Rondonópolis” diz Thiago Muniz sobre paralisação dos serviços da Santa Casa

De acordo com o deputado Nininho essas quatro obras irão beneficiar centenas de famílias, pecuaristas, agricultores e toda bacia leiteira da região. “O trecho que liga o parque João Passo, além de atender o maior ponto turístico da região, atenderá também grandes assentamentos, por exemplo, o Carimã que tem mais de 500 crianças que precisam se deslocar para a escola”, disse Nininho.

O parlamentar ainda ressaltou a importância da pavimentação para a pecuária na região que compreende a MT-383.

“Grande parte dos pioneiros da região dependem da agricultura, e para escoar a produção precisam de estradas em boas condições. A pavimentação da MT-383 vai contribuir com os produtores e valorizar a região”, ressaltou Nininho.

Sobre a pavimentação na MT-471, o deputado Nininho afirma que a obra vai movimentar ainda mais o turismo na região, que conta com balneário e cachoeira, além dos condomínios residenciais. “A pavimentação na Gleba do Rio Vermelho vai beneficiar mais de 300 famílias com melhor qualidade de vida”, afirmou Nininho.

Leia também:  Primavera do Leste deve ter eleições no dia 19 de novembro

Ao final da reunião ficou acordado que nos próximos 30 dias a SINFRA dará início ao projeto, em seguida será encaminhado para processo licitatório, e o início das obras deve ser logo após o período chuvoso.

“As obras só serão possíveis de serem realizadas por termos apresentado à sociedade a realidade financeira do Estado, e discutido e aprovado o projeto do Fethab Regional. Agora com esta mudança, a nossa obrigação é devolver à sociedade em obras o que está sendo pago pelo Fethab”, afirma o vice-governador sobre o novo Fundo, que começou a arrecadar recursos em julho deste ano.

Participaram da reunião, as lideranças políticas do município, produtores, pecuaristas e representantes dos assentamentos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.