Foto: PM/Divulgação
Foto: PM/Divulgação

A polícia do Rio Grande do Norte registrou a terceira noite seguida de ataques criminosos. Entre a noite de domingo (31) e a madrugada desta segunda (1º), novos atentados aconteceram em Natal e em cidades do interior. Além dos ataques, houve fuga de presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste da capital. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

De acordo com a Polícia Militar, os detentos do CDP da Ribeira escaparam por um buraco dentro do banheiro da cela 1. Até o momento, apenas um dos fugitivos foi recapturado. Com mais esta fuga, chega a 288 o número de presos que já escaparam do sistema penitenciário potiguar .
Também na Ribeira, criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Bandidos também tentaram colocar fogo no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo dos Bombeiros, localizado no bairro de Lagoa Seca. Os bombeiros perceberam a ação e impediram o atentado. Os homens fugiram e deixaram um galão de gasolina para trás.

Leia também:  Homem é morto a facadas pelo genro por intervir em agressão contra filha
Foto: PM/Divulgação
Foto: PM/Divulgação

Uma agência do Banco do Brasil, localizada na Av. Presidente Bandeira, foi atacada. Criminosos atiraram contra o estabelecimento. Cartão-postal da cidade, a vegetação do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, também foi incendiada. Contudo, a polícia ainda não confirma a relação dos dois casos com os recentes ataques criminosos.
O posto policial de Jardim Petrópolis, em São Gonçalo do Amarante, foi alvo dos bandidos. Eles tentaram incendiar o prédio, mas o fogo foi controlado. Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados. Em Canguaretama, no litoral Sul, quatro sucatas foram incendiadas.

Devido aos recentes ataques, algumas escolas públicas e particulares do estado suspenderam as aulas nesta segunda-feira (1º).

Leia também:  É aprovada a liberação de recursos para PF retomar emissão de passaportes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.