O governo municipal começou a oferecer “pílula do dia seguinte contra a Aids”, em 18 unidades de saúde da cidade com funcionamento 24 horas. – Mas isso não quer dizer que as pessoas devam abandonar a camisinha nas relações sexuais.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Hoje, a profilaxia pós-exposição (PEP) é ofertada apenas em serviços especializados contra DSTs, que ficam abertos das 7 horas às 19 horas.

A oferta dos antirretrovirais em unidades com funcionamento 24 horas aumenta a chance de sucesso do tratamento porque a recomendação médica é que o uso dos medicamentos seja iniciado em até 72 horas após relação sexual desprotegida ou outra situação de risco.

Como as unidades especializadas que oferecem o serviço ficam abertas somente em horário comercial, era difícil garantir o acesso à PEP no período da noite e nos fins de semana.

Leia também:  Com facilidade presos são filmados fugindo de Centro de Detenção Provisória do RN

O uso correto dos medicamentos da profilaxia pós-exposição diminui em até 96% o risco de contaminação pelo HIV após situação de risco.

Para isso, o tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível e seguido por 28 dias.

Hoje, 36,7 milhões de pessoas estão infectadas pela aids no mundo

A PEP, ou pílula do dia seguinte contra a Aids, estará disponível em hospitais e prontos-socorros municipais de todas as regiões da cidade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.