O 1° semestre de 2016 registrou um aumento de 20% no preço pago ao produtor de leite no Estado de Mato Grosso (MT). A média do preço pago nos primeiros seis meses do ano corrente foi de R$ 0,95 o litro, enquanto que no 1° semestre de 2015 foi R$ 0,79 por litro. As informações foram divulgada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

No sentido oposto, o índice de captação no Estado reduziu 4% no mesmo período, sustentando os reajustes. “Essa redução na captação já era esperada, uma vez que, muitos produtores deixaram a atividade no ano passado, em virtude dos baixos preços pagos pela matéria-prima” explica os economistas do Instituto.

Leia também:  Confira dicas para cuidar da pele e reduzir irritações durante o barbear | Moda e Beleza

Além disso, os que resistiram à crise no setor, diminuíram seu plantel, a fim de baixar os custos, e agora se tem uma baixa oferta de leite e derivados em geral. Os economistas do Imea acreditam que surgirá  nos próximos meses um novo momento para a cadeia de leite, com recuperações na margem do produtor, tendo em vista os altos custos de produção.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.