Rogério Salles e Marildes Ferreira - Foto: assessoria
Rogério Salles e Marildes Ferreira – Foto: assessoria

As constantes queixas do distanciamento do poder público das forças produtivas, mormente às ligadas a agricultura familiar, aliada às reclamações de abandono e descaso sobre alguns segmentos da atividade econômica da cidade, tem preocupado o candidato a prefeito Rogério Salles – PSDB-45, da coligação “Rondonópolis merece mais”, que está priorizando a retomada do desenvolvimento sustentável através da valorização e retomada das parcerias entre os segmentos envolvidos fomentando uma economia criativa.

Em reuniões com alguns segmentos ligados à agricultura familiar, por exemplo, Rogério tem recebido reclamações de abandono e descaso com os pequenos e micro produtores que cobram ajuda em assistência técnica e programas de extensão rural, políticas públicas de apoio da municipalidade, e auxílio na solução das demandas relativas às questões primárias como: apoio na regularização fundiária (assentamentos), orientações técnicas de manejo/custeio, auxílio em logística para aplicação da produção no mercado entre outras demandas. Além disso, Rogério vai fomentar o desenvolvimento das áreas degradadas e inocupadas através de projetos industriais e comunitários.

Leia também:  STF autoriza abertura de inquérito para investigar delação de Silval

Na verdade, Rogério pretende em parceria com os diversos organismos sociais organizados, criar meios e buscar alternativas para tornar Rondonópolis, a cidade da inovação, da criatividade e do empreendedorismo. E como ele pretende fazer isso? Induzindo o desenvolvimento dos potenciais produtivos, criativos e econômicos da cidade de Rondonópolis.

Outra frente que o candidato pretende abrir será explorar de forma mais eficiente a localização geográfica e estratégica da cidade visando torná-la referência na comercialização de produtos nacionais e internacionais. Para isso, irá concentrar esforços em planejamento estratégico sério e de qualidade sustentável, e desenhar políticas públicas para a capacitação e empregabilidade da juventude, valorizando essa mão de obra que vai ocupar os mercados e oportunidades de trabalho que serão geradas, através da tecnificação/qualificação dos serviços prestados, agregando valor e tornando a cidade num polo referencial gerador e exportador de produtos e serviços.

Leia também:  Após pedido do vereador Rodrigo da Zaeli repasse é feito pelo Governo do Estado para retomada de obras

Promover meios favoráveis à implantação de novos negócios, onde o município e o empreendedor trabalharão em parceria para agilizar a implantação do empreendimento proposto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.