Foto: assessoria
Foto: assessoria

Com o objetivo de colocar em funcionamento as cerca de 30 Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) pediátrica, neonatal e canguru da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis, o deputado Estadual Zé Carlos do Pátio (SD) recebeu, nesta quinta-feira (11), em seu Gabinete, o secretário Estadual de Saúde, João Batista e a adjunta, Salete Ribeiro.

Durante a reunião, os secretários explicaram para o deputado que apesar do Estado ainda não ter contratualizado as UTI’s, seguem fazendo um estudo para decidir o valor das diárias dos leitos que já estão prontos há mais de 3 meses.

Contudo, o parlamentar lembrou os secretários que a contratualização dos 6 leitos neonatal, 6 canguru, 6 semi-intensivo, 8 pediátrico entre outros foi acordado entre o então secretário de Saúde, Eduardo Bermudez e a direção do Hospital, durante a Audiência Pública da Saúde, realizada na Câmara Municipal de Rondonópolis, em maio.

Leia também:  OAB/MT quer auditar sistema de escutas no Estado

Para Pátio, a pauta deve ser tratada pelo Estado como prioridade, já que diante da falta dos leitos diversas crianças e recém-nascido morreram no município, nos últimos meses.

Outro ponto que o deputado destaca é o risco dos equipamentos se deteriorarem com o tempo, já que a construção das UTI’s começaram em setembro de 2014. ‘A falta desses leitos também faz com que várias famílias tenham que viajar mais de 200 quilômetros em busca de um leito, na capital. Isso é lamentável’, comentou.

Por fim, Pátio explica que para dar funcionamento as UTI’s é preciso que o Estado pague diariamente R$ 1.5 mil por leito. No entanto, ele destacou que Governo vai custear as UTI’s até a direção do Hospital conseguir habilitá-las no programa do Ministério da Saúde, denominado ‘Rede Cegonha’.

Leia também:  Prefeita e vice de Várzea Grande são cassados e terão que pagar multa

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.