E hoje você confere as perguntas relacionadas aos problemas de pele.

Não deixe de ler, tenho certeza que, assim como eu, você vai aprender muito. Olha só:

1) Qual é a maior forma de depilação quando se tem alergia à lâmina e o pelo encrava?
Nesse caso, uma solução pode ser mudar a forma de fazer a depilação. Uma opção é escolher a cera, mas algumas pessoas também são sensíveis a esse método. Uma alternativa eficiente é, então, optar pela depilação a laser, principalmente se a pessoa tiver a pele clara, com os pelos escuros – apresentam os melhores resultados. Isso porque a luz tende a ser absorvida preferencialmente no pelos. Assim, pessoas com pele morena ou negra podem ter resultados não tão satisfatórios, pois a pele ao redor do pelo também apresenta pigmentos e pode absorver a luz. Ou seja, o laser não vai ler corretamente o que é pele e o que é pelo, e pode levar a queimaduras. Existem dois tipos de depilação: à laser e à luz pulsada (fotodepilação). O laser é o tipo mais seguro, principalmente para quem tem a pele mais clara. Além disso, é um meio mais definitivo de acabar com os pelos e evitar os pelos encravados. O número de sessões varia de acordo com a área. Algumas merecem mais cuidado, como as próximas às mucosas e áreas expostas. A fotodepilação costuma necessitar de mais sessões para que haja redução significativa do pelo, mas os resultados também são bem satisfatórios.

2) Até que idade o corpo produz colágeno? Alimentos ajudam em sua produção depois de uma determinada idade?
Não é possível precisar até que quando o corpo irá produzir colágeno. Mas é claro que quando você tem 20 anos, o estímulo de colágeno é muito maior do que aos 50, 60 anos. Essa redução ocorre principalmente por ocorrência da menopausa, quando há uma diminuição da produção de estrógeno pelo organismo. Uma nutrição balanceada é fundamental para manter a produção de colágeno pelo corpo. Uma dieta rica em proteínas vegetais e animal ajuda bastante a manter os níveis da sustância no organismo. Além disso, evitar a ingestão de açúcar também pode ser uma boa solução. O açúcar é um grande vilão, pois aumenta o processo de morte celular no corpo. Com isso, ajuda na destruição da fibra colágena e consequente redução do colágeno no organismo. Preocupar-se com a alimentação é um importante passo para o estímulo da produção do colágeno no corpo.

Leia também:  Colete: Saiba como usar a peça queridinha do momento | Moda e Beleza

3) Meu rosto está cheio de vasinhos. O que faço pra melhorar?
Existem alguns fatores que podem contribuir para o surgimento dos vasinhos no seu rosto. Uma pele muito clara, fina ou até oleosa pode aumentar os vasos da face. Para um diagnóstico correto, o ideal é buscar um dermatologista. Só ele poderá confirmar se existe algum problema maior que possa estar propiciando o surgimento desses vasinhos. As causas ainda podem ser genéticas ou familiares. Para evitar a piora do quadro, evite passar produtos com ácido no rosto, como o retinóico, por exemplo. Ele estimula a produção dos vasinhos. Investir em lasers pode ser uma boa estratégia, principalmente os de luz pulsada ou Vibin, que agem diretamente nos vasinhos, ajudando na contração e diminuindo muito a vermelhidão da face.

4) Qual a idade ideal para começar a fazer botox?
Não existe uma idade específica para iniciar o uso do botox. O que existe é um bom senso do especialista. O botox é utilizado, sobretudo, para o tratamento de rugas de expressão. Então quando o paciente está com essas marcas mais profundas, rugas no meio da sobrancelha, ou na testa, ou na lateral dos olhos, o indicado é fazer o uso do botox. Existe também a estratégia de utilizar o botox como prevenção no processo de marcas. Quando pessoas da família já realizaram o procedimento, há uma tendência no surgimento de rugas, então pode-se fazer um botox mais light, como uma prevenção. O resultado é bastante natural e sutil.

5) Como diminuir as olheiras? Existe algum tratamento caseiro ou creme pra combatê-las?
A pele dos olhos é muito fina e, por isso, propicia o surgimento das olheiras. Quando os vasos dessa região se dilatam, o sangue sai de dentro desses vasos e pigmenta a região, causando as olheiras. Muitas vezes, elas também podem ser genéticas. Assim, pessoas com a pele mais morena ou de descendência árabe têm mais olheiras do que as pessoas de pele clara. Para correção do problema, o recomendado é utilizar cremes que melhorem a drenagem do local, diminuindo o edema e o inchaço dali, reduzindo as olheiras. A alimentação balanceada também ajuda. Isso porque a ingestão de açúcares e carboidratos ajuda na retenção de líquidos e aumentam o inchaço na região dos olhos. Fazer massagens nessa região, como a drenagem linfática, também ajuda a drenar e reduzir o excesso de líquido acumulado na região, reduzindo o inchaço e o edema dali, diminuindo consequentemente as olheiras.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

6) Como tratar rosácea?
A rosácea é uma patologia da pele, que costuma aparecer em mulheres adultas entre os 30 e 40 anos. Ela deixa a pele bastante avermelhada devido ao aumento na quantidade de vasos na região e na reatividade deles. Surgem também algumas acnes. Os surtos da doença são conhecidos como flushings, causando um rubor e vermelhidão intensos. É uma patologia genética, comum em peles de descendência europeia. Seu quadro pode ser piorado pela ingestão de bebida alcoólica, comidas muito condimentadas (sal, pimenta), exposição ao sol, banhos quentes, mudanças de temperatura, estresse e uso de medicamentos. Tudo que costuma dar rubor facial, que traz vermelhidão a pele, pode piorar a rosácea. A solução é acalmar a fogueira. Para isso, utilizar cremes com substâncias calmantes e com antibióticos pode ajudar. Eles irão acalmar a pele, ajudando na redução do calor da face, melhorando a rosácea. Evite também todas as situações citadas acima. Dê preferência a produtos com fórmulas hipoalergênicas, 100% minerais. São os menos agressivos para pele. Além disso, não dispense e use o protetor solar o tempo todo.

7) Uma pessoa que tem rosácea pode usar maquiagem? Rosácea tem cura? Quem tem rosácea pode usar creme antirrugas?
Sim, existe cura para rosácea. Podem ser utilizados medicamentos com antibióticos, para uso local. A isotretinoina, utilizada no Rokutan, pode ser um deles, ajudando na redução da rosácea. Às vezes, a rosácea está ligada a situações emocionais, que podem ser contornadas, ou a ingestão de bebidas alcoólicas e consumo de comidas condimentadas, que devem ser evitados. Existem também cremes antirrugas que já possuem na sua composição substâncias calmantes, que podem ser utilizados para amenizar o quadro da rosácea. Não é necessário largar a maquiagem, mas devemos dar preferência a produtos com fórmula hipoalergênica. A remoção dos produtos antes de dormir é fundamental não só para limpeza, mas para manter a saúde da pele.

Leia também:  Aprenda dicas rápidas para uma maquiagem perfeita

8) Usei hidroquinona numa mancha na testa que, depois de um tempo, voltou mais escura. Já ouvi falar que a hidroquinona tem efeito rebote. O que usar pra clarear a mancha de verdade?
A hidroquinona é realmente um clareado bastante efetivo no combate ao melasma. No entanto, hoje ela está proibida na maioria dos países europeus e nos Estados Unidos, pois tem um efeito tóxico no melanócito. Ou seja, ela pode deixar algumas manchas brancas no meio do melasma, que podem ser permanentes. Uma alternativa eficiente é apostar em outros clareadores como o arbutin a nicotinamida, ou ácidos como o kójico ou fitico. Eles também têm um efeito bastante positivo no clareamento do melasma. Um dos mais indicados atualmente, com bastante eficiência, é o ácido tranexâmico. Ele inibe o melanócito, mas sem destruí-lo. É uma arma poderosa contra o melasma, mas sem os efeitos colaterais da hidroquinona.

9) Tenho umas manchinhas brancas nos braços. O que pode ser?
Essas manchas bem claras, ao longo dos braços, costumam ser decorrentes do sol que você tomou a vida inteira, ou seja, um acúmulo, uma hipomelanose. Essas manchas são muito difíceis de tratar e dificilmente conseguem ser tiradas. O ideal, então, é uma fazer uma prevenção para que elas não surjam. Utilizar protetor diariamente é um meio eficaz.

10) Tenho melasma, já usei vários ácidos e não resolveram. Tem alguma dica?
O melasma é realmente um problema muito difícil de ser tratado. Ele ocorre por uma hiperpigmentação da pele, ligado ao sol ou aos hormônios. Mesmo sendo tratado, pode voltar a acontecer, dificultando esse tratamento. Por exemplo, ao usar lasers e ácidos potentes, pode acontecer um efeito rebote do melasma. O ideal é utilizar cremes clareadores no rosto todo, além da aplicação de lasers de baixa intensidade, para que ele vá melhorando aos poucos, clareando progressivamente o melasma.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.