Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Quem não resiste a uma bela barra de chocolate ou àquele pudim de leite condensado delicioso? Já foi comprovado por cientistas que o açúcar pode ser tão bom porque libera dopamina no organismo, o que é capaz até de viciar. Mais do que isso, comer açúcar demais pode te deixar mais velha!

Um estudo recém publicado da TuftsUniversity, em Massachusett – EUA – mostrou que mais de 180 mil pessoas morrem todos os anos pelo consumo excessivo de açúcar. Em especial as versões refinadas, que atuam negativamente no organismo à medida em que o corpo envelhece.

“Assim como mostrou o estudo, esse aumento da taxa de mortalidade e outros problemas de saúde, se tornam mais comuns pelo consumo de açúcar e pode ainda piorar o quadro de diabéticos e obesos”, comenta DraDeise Carvalho, médica especialista em endocrinologia da Clínica SlimForm de SP.

Leia também:  Extrato de tomate pode barrar câncer de estômago

De acordo com as novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendado que apenas 5% do total de calorias ingeridas ao dia venha do açúcar. Essa taxa equivale a 25 gramas de açúcar por dia (cerca de seis colheres de chá) – ou 100 das 2.000 calorias diárias recomendadas para um adulto diariamente.

Entre os anos de 1980 e 2010, a pesquisa analisou dados de 51 países e quase 612.000 pessoas e levou em conta o consumo de açúcar em refrigerantes açucarados, bebidas de frutas, energéticas e esportivas e chás gelados açucarados.

Levando em conta esses dados e os efeitos nocivos a longo prazo, as trocas dessas bebidas industrializadas por sucos naturais e a preferência pelo açúcar das frutas (a frutose) no dia a dia, ajudam a minimizar os efeitos desse consumo exagerado, deixando espaço para que a quantidade de açúcar seja consumida na quantidade certa em sobremesas, por exemplo.

Leia também:  Comer arroz pode fazer mal à saúde?
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.