Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Foto: Varlei Cordova /

Foi publicada no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso, do dia 26 de agosto, a Portaria Nº 162/2016 da Secretaria de Fazenda do Estado de Mato Grosso (Sefaz), que divulga os índices percentuais definitivos de participação dos municípios mato-grossenses no produto da arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços). Clique aqui e veja a portaria.

A Portaria destaca Alto Taquari (MT) como o município com o maior crescimento do Índice Base de ICMS do ano de 2016.

De acordo com a Sefaz, o último relatório de variação dos índices, do exercício 2016, apontou Alto Taquari com 24,66% de crescimento econômico no ano de 2016. Ou seja, o melhor resultado entre todos os municípios de Mato Grosso. Em vias de comparação, nosso vizinho, Alto Araguaia (MT), é o município com o pior desempenho de todo o estado, com decréscimo de -41,47%.

Leia também:  Municípios realizam conferências de Assistência Social

No V.A (Valor Agregado), Alto Taquari deu um salto de R$ 679 milhões (R$ 679.366.039,45) para 1,5 bilhão (R$ 1.520.911.973,93), configurando o maior crescimento do estado de Mato Grosso.

Trabalho e efetividade
Alto Taquari, cidade de 9.674 habitantes, disporá de um índice de 1.14 para ser gerido no ano de 2017. Um feito que chama muita atenção, já que cidades como Rondonópolis, por exemplo, com 215.320 habitantes, contará com índice de apenas 7.75.

O prefeito de Alto Taquari, Maurício Joel de Sá, atribui o sucesso ao excelente crescimento econômico do município e à efetividade da empresa responsável pela análise do valor anual do município, juntamente com a Superintendência de Tributos e Fiscalização.

Leia também:  Estado tem 48h para regularizar repasses para Santa Casa de Pontes e Lacerda

“Toda nossa equipe, em parceria com o pessoal responsável pela análise do V.A do município, estão de parabéns. Conseguimos recuperar alguns valores acrescidos ao desenvolvimento, resultando neste importante ganho, o qual estará disponível ao próximo gestor, em 2017”, afirma De Sá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.