Foto: Reprodução / alimentação Medicinal
Foto: Reprodução / alimentação Medicinal

Cérebro em dia
“É rico em vitaminas do complexo B, que evitam desgaste dos neurônios, falta de concentração, fadiga e tontura”, diz Gabriela Cilla, nutricionista da Estima Nutrição.

Cheio de ferro!
Além de prevenir anemia, o elemento desempenha importante papel na produção de colágeno e elastina, ambos essenciais para a saúde da pele.

Melhor que chocolate!
Aumenta a serotonina (hormônio do prazer), melhorando o humor. “É um efeito parecido com o do chocolate, mais saudável, pois não envolve açúcar!”, diz a expert.

Libido em alta
Amendoim contém zinco, que ajuda na produção dos hormônios sexuais e “na dilatação dos vasos sanguíneos, criando uma combinação afrodisíaca!”, garante Gabriela.

Recomendação
Consuma de três a quatro vezes por semana, em porções de 20 gramas (110 calorias). “Amendoim é calórico e altamente alergênico – em grande quantidade pode causar alergias”, alerta a profissional.

Leia também:  Novo tratamento para insuficiência cardíaca duplica benefícios

O coração agradece
Possui ácidos graxos, que diminuem o colesterol ruim, e ômegas 3 e 6, que aumentam o colesterol bom. Tchau, doenças cardiovasculares!

Dá até para usar como adoçante!
Mesmo sendo calórico, o amendoim pode ajudar na dieta! “Devido aos óleos que contém, ele sacia rapidamente e você acaba comendo menos”, esclarece Gabriela. Mas atenção: prefira as versões sem sal (evitam a retenção de líquidos e o inchaço). “Outro jeito saudável e gostoso de consumir é fazendo uma paçoca versão light! Basta bater os grãos no liquidificador com açúcar mascavo e adicionar em sucos, vitaminas…”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.