candidatos a prefeito Percival Muniz, José Carlos do Pátio, Rogério Salles e Rubens Cantuário - Foto: Montagem AGORA MT
Candidatos a prefeito Percival Muniz, Zé Carlos do Pátio, Rogério Salles e Rubens Cantuário – Foto: Montagem AGORA MT

A 2ª parcial na prestação de contas das eleições municipais 2016 apontou que os candidatos a prefeito de Rondonópolis declararam a Justiça que gastaram com suas campanhas o total de R$ 1.913.925,79. Os dados foram divulgados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), juntos eles arrecadaram R$ 1.254.428,09.

O maior gasto declarado foi do candidato a reeleição Percival Muniz (PPS), na ordem de R$ 1.017.336,75, sendo a maior parte com produção de programas de rádio, televisão ou vídeo, um total de R$ 814.800. Em seguida aparecem publicidade com adesivos e despesas com pessoal. O candidato declarou ter recebido até o momento, R$ 364.050,00, sendo ele próprio o maior doador da sua campanha com R$ 114 mil, na sequência aparece a esposa e secretária municipal de Educação, Ana Carla Muniz, com R$ 50 mil, Miguel Rogério Sanches com 29 mil, Otomérico da Luz Muniz com 15 mil e Andria Santos Muniz Sanches com 13 mil.

Leia também:  Câmara aumenta para oito anos prisão para bêbado que dirige e mata

Rogério Salles (PSDB) continua sendo o candidato que mais arrecadou até o momento para a campanha, um total de R$ 673.100. Conforme os dados da prestação parcial de contas da Justiça Eleitoral, o total de despesas contratadas pelo candidato somam R$ 617.132,84, os gastos são na maioria relacionados a produção de programas de rádio, televisão ou vídeo, na ordem de R$252.299,50, serviços prestados por terceiros representam 17,24% dos custos de campanha.

Salles também é o maior doador de sua campanha com R$ 200 mil, na sequência aparecem Marcel Jardim Sachetti e Olídlio Balbinotti Filho cada um com R$ 100 mil. Outros doadores da campanha divulgados são Vilymar Bissoni, com R$ 50 mil e Nelson Silveira Carvalho também com R$ 50 mil.

Leia também:  Projeto do Vereador Thiago Silva prevê que município consuma 30% de produtos da agricultura familiar

Conforme a prestação de contas parcial, Zé Carlos do Pátio (SD) arrecadou R$ 215 mil, no ranking dos doadores aparecem o partido Solidariedade com R$ 100 mil, na sequência Geraldo José Gerino R$ 25 mil, Marcus Vinicius Xavier Rachid com R$ 20 mil, Thiago Nahim Oliveira Alves, com R$ 15 mil e em seguida, o próprio candidato com R$ 15 mil. Segundo os dados, as despesas contratadas por Zé Carlos do Pátio somam R$ 279.456,20, sendo a maioria referentes a produção de rádio, televisão ou vídeo e em seguida, doações financeiras a outros candidatos/partidos.

O candidato Rubens Cantuário (PSOL) conforme divulgado no site do TSE, recebeu como doação de sua campanha apenas R$ 2.278,09 recebido do Partido Socialismo e Liberdade (Psol). No site, não consta nenhuma atualização referente as despesas, anteriormente, foram divulgados R$ 1 mil com produção de programas de rádio, televisão ou vídeo e R$ 567 com serviços prestados por terceiros, entre outros custos.

Leia também:  Em Sessão Solene, professores recebem homenagem da Câmara Municipal
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.