Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado Eduardo Botelho foi eleito presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) nesta quinta-feira (1º), com 21 votos. Ele comandará o 2º biênio da 18ª legislatura.

Junto com ele, foram eleitos mais seis deputados que compõe a mesa diretora, Gilmar Fabris (PSD), na vice-presidência, Max Russi (PSB) como 2º vice-presidente, na 1ª secretaria assume o atual presidente Guilherme Maluf (PSDB), a 2ª secretaria ficou com o deputado Ondonir Bortolini, o Nininho (PSD), na 3ª secretaria ficou Baiano Filho (PSDB) e na 4ª secretaria o peemedebista Silvano Amaral.

Segundo a assessoria de imprensa da AL-MT, houve apenas uma chapa registrada na eleição, intitulada “União e Trabalho” e que irá comandar os trabalhos na assembleia pelo biênio 2017/2019.

Leia também:  Augustinho ensaia voltar à política em 2018

Guilherme Maluf (PSDB), deixa a presidência em janeiro de 2017 e assume a 1ª secretaria, ele destacou os avanços conquistados pela Casa de Leis durante sua gestão.

“À frente da atual mesa, tive a honra de iniciar um processo de redução de gastos, transparência e resgate da confiança. A Assembleia passa, desde então, por amplo processo de modernização no que diz respeito à infraestrutura administrativa e consolidação como espaço para o debate democrático”, destacou o presidente Guilherme Maluf.

Apenas três deputados votaram contra a chapa sob o argumento de maior independência no Legislativo em relação ao Executivo: Zeca Vaiana (PDT), Janaína Riva (PMDB) e Emanuel Pinheiro (PMDB).

O presidente eleito da AL, Eduardo Botelho, agradeceu o apoio dos deputados e disse respeitar a opinião dos três deputados que votaram contrários à sua eleição. “Nunca esta Casa foi tão livre. Todos os projetos de governo, apresentados e aprovados, receberam emendas e passaram por ampla discussão de todos. Digo ao governo que somos parceiros para discutir os projetos que são de interesse do povo, mas também vamos exigir que os deputados sejam ouvidos”, afirmou Eduardo Botelho.

Leia também:  Cartórios poderão ser obrigados a publicar informações

A nova Mesa Diretora assume o comando da Assembleia Legislativa em 1º de fevereiro de 2017, em sessão ordinária.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.