Reprodução / Album

Previsto inicialmente para ter sido editado em 2015, para lembrar os 25 anos da morte de Cazuza (1958 – 1990), o álbum com letras inéditas do cantor e compositor carioca – musicadas por astros da MPB e do pop rock nacional – teve o lançamento adiado. O disco vai sair em 2017, como revelou a mãe do artista, Lucinha Araújo, em entrevista exibida ontem no programa Fantástico, da TV Globo.

No disco, artistas como Caetano Veloso, Seu Jorge e Nando Reis cantam as músicas que puseram em letras inéditas de Cazuza, guardadas por Lucinha Araújo. Bebel Gilberto, por exemplo, musicou Brazilian prayer, letra em inglês creditada ao ano de 1989. Já Rogério Flausino pôs melodia nos versos de O amor é brega, também escritos em 1989.

Leia também:  Selena Gomez relata cirurgia para transplante de rim para tratar Lúpus

Parceiro de Cazuza (1958 – 1990) e de Ezequiel Neves (1935 – 2010) na música Exagerado (1985), sucesso do primeiro álbum solo de Cazuza, Leoni compôs melodias para duas letras, Estranha palavra e Tocha acesa, ambas sem data. Artistas como Baby do Brasil e Gilberto Gil também foram convidados a participar do projeto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.