Uma brasileira morreu após ser baleada dentro de casa, na frente dos filhos pequenos, de 5 e 8 anos, no bairro de Virgen de Caacupé, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, nesta quarta-feira. A vítima foi identificada como Josiane Vanessa Zilio, de 32 anos, que recebeu 16 tiros. Ela foi assassinada por homens que levavam armas de diferentes calibres, incluindo um fuzil. Eles chegaram ao local a bordo um carro de luxo. As informações são do site paraguaio “Color ABC”.

Reprodução / Facebook
Reprodução / Facebook

De acordo com a publicação, a mulher teria vínculos com o narcotraficante Jorge Rafaat Toumani, que foi assassinado no mês de junho deste ano. A vítima também estaria se relacionando com um traficante paraguaio, que encontra-se preso. Ainda segundo o jornal, a morte da brasileira teria sido uma “queima de arquivo”.
Segundo o “Color ABC”, desde a morte de Raffat, rivais têm atacado pessoas que trabalharam para o narcotraficante em Pedro Juan Caballero e cidades vizinhas.

Leia também:  Bandidos sequestram ambulância com equipe médica para socorrer traficante

Após o crime, a casa da vítima foi periciada por agentes da polícia loca e o corpo foi recolhido em seguida. O caso é investigado por agentes da Polícia da Comissaria de Amambay.
Por uma rede social, uma afilhada da vítima lamentou o crime. “Luto! Vai com Deus, madrinha! Saudade eterna”, escreveu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.