Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O planejamento alimentar é essencial para quem quer levar uma vida saudável e, agora, os cientistas encontraram evidências científicas que corroborem a teoria. Pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, afirmam que para melhorar a dieta é precido comer de forma temporizada. Os experimento, publicado no periódico “Journal of Marketing Research”, indicam que as pessoas fazem opções menos calóricas quando existe um tempo considerável entre a hora em que se planeja a comida e a hora em que se faz a refeição.

Os cientistas alegam que os participantes sequer se dão conta que fazem opções menos calóricas quando planejam mais a refeição. O estudante de pós-doutorado do Centro de Incentivos à Saúde e Economia Comportamental, da Universidade da Pensilvânia, Eric M. VanEpps, teoriza que as pessoas têm “inclinação para o presente”, alterando os cálculos que fazem a respeito de algo que está ocorrendo momentaneamente, ou seja, com relação a comida, as pessoas se importam com o que está acontecendo no momento e com o sabor, descartando o que acontece a longo prazo, revela o UOL.

Leia também:  Livro reúne 50 receitas vegetarianas. Aprenda três

Se uma decisão for implantada imediatamente, só nos preocupamos com as consequências imediatas, e descontamos os custos e benefícios em longo prazo”, explica VanEpps. Por sua vez, as refeições planejadas são melhor avaliadas, tanto os beneficios a curto quanto a longo prazo. “Você ainda se preocupa com o gosto, mas consegue exercer um maior autocontrole”, finaliza o estudante. O estudo indica ainda que o maior efeito da compra com antecedência foi analisado nas mulheres.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.