O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) cumpre neste momento três mandados de prisão contra o ex-presidente da Câmara de Vereadores da Cuiabá, João Emanuel Moreira Lima. Atualmente ele se encontra detido no Centro de Ressocialização, o antigo “Carumbé”.

De acordo com o Gaeco, a prisão preventiva foi decretada nos autos de três ações penais resultantes das operações Aprendiz e Assepsia. Na ‘Aprendiz’ por desvio de dinheiro da Câmara Municipal, e na transferência de um terreno de forma fraudulenta. Já na Assepsia, o vereador foi acusado de corrupção ativa, por tentativa de compra de decisões judiciais, no valor de R$ 1 milhão, para que fosse colocada em liberdade uma família presa por tráfico de drogas.

Leia também:  Deputado é condenado a indenizar Município de Rondonópolis

Vale lembrar que na última sexta feira (16), João Emanuel foi preso também pelo Gaeco por lavagem de dinheiro em ação penal referente a operação “Aprendiz”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.