Uma mulher de 29 anos foi resgatada pela Polícia Militar (PM) por volta das 23h desta terça-feira (20), após ser mantida refém pelo ex-namorado por quase 11 horas no Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo. Patrícia Correia não ficou ferida na ação da polícia, mas foi levada ao hospital Santa Marcelina porque foi agredida várias vezes pelo rapaz durante o cárcere privado. Fábiano Crisóstomo, que estava armado, foi morto.

Reprodução
Reprodução

Ao menos dois PMs ficaram feridos na ação e receberam atendimento do Corpo de Bombeiros no local. Não há informação sobre o estado de saúde deles.
Pouco antes de a jovem ser resgatada, houve um barulho de explosão e um grito, que parecia ser de uma mulher, segundo a GloboNews. Na sequência, os Bombeiros entraram no imóvel e retiraram a jovem, que estava em uma maca envolta em uma manta térmica.

Leia também:  Bebê baleado no útero da mãe morre após um mês em UTI

A polícia informou que decidiu entrar no imóvel porque descobriu um vídeo enviado por Fabiano para amigos em que ele que chama a ex de traidora e que tinha a intenção de matá-la. O vídeo teria sido gravado durante a tarde.
Duas reféns
Fabiano invadiu a casa por volta das 12h15 e fez Patrícia e a irmã dela reféns, segundo a PM. Momentos depois, o helicóptero Águia e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) se deslocaram ao local e a polícia iniciou negociações para liberar as reféns. A irmã de Patrícia foi solta por volta das 13h15, e as negociações continuaram sem sucesso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.