Mesmo com as chuvas em algumas localidades do estado de Mato Grosso (MT), a seca, caraterística desta época do ano, tomou conta do cenário e vem dificultando a engorda de bovinos. As informações foram divulgadas pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

 Os economistas do Imea ressaltam que a seca também atingiu algumas culturas agrícolas, como o milho, e isto afetou sensivelmente o planejamento de entrega de animais para o 2° semestre de 2016.

Essa diminuição na oferta está gerando uma maior dificuldade para os frigoríficos preencherem suas linhas de abate, encurtando assim as escalas, que dificilmente têm ultrapassado os seis dias.

“Assim sendo, o ‘natural’ seria que o preço da arroba do boi gordo se valorizasse, no entanto isso não tem acontecido, já que a demanda pela carne bovina ainda anda em baixa, dificultando assim a valorização dos preços” concluem os economistas.

Leia também:  Comércio lidera geração de empregos em Nova Mutum
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.