sobrancelhaO look é uma ótima opção para quem quer sair do comum, mas é preciso cuidado para chegar nas tonalidades certas e não criar um visual com um contraste muito grande, que pode causar certo estranhamento. O colorista de Margot, Matt Rez, deu os detalhes e o passo a passo da produção para a Marie Claire norte-americana. Confira a seguir:

1. As sobrancelhas devem combinar com a raiz do cabelo
Para começar, o tom das sobrancelhas, seja natural ou não, deve estar o mais próximo possível do tom natural do cabelo, ou, no máximo, a dois tons dessa cor. “Isso garante que uma combinação mais bonita e graciosa até a sua próxima visita ao salão de beleza”, diz Matt.

2. Escolha o loiro segundo o seu tom de pele
Para peles com uma base fria (rosa, vermelho ou azul), um tom de loiro mais neutro é o mais aconselhado. Isso porque optar por um loiro doirado pode dar mais destaque para o tom rosado da pele. Para peles quentes (com subtons em amarelo, pêssego ou dourado), porém, investir em um loiro dourado é uma opção. Mas se você não quer se preocupar com uma mudança na cor do cabelo quando em contato com diferentes luzes, vale a pena deixar um pé no neutro. “Se você tem uma pele mais oliva, deixe as pontas mais frias. Se o tom for muito quente, ele vai conflitar”.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

3. Preste atenção à cor do olho
A cor do seu olho também influencia a escolha de um cabelo loiro. Via de regra, quem tem olhos azuis normalmente fica melhor com um cabelo inteiro claro. Já as mulheres de olhos mais escuros, como castanhos, casam bem com um cabelo que seja mais claro do meio para as pontas. “A razão pela qual mulheres de olhos azuis normalmente podem ter um cabelo mais claro desde a raiz é porque, naturalmente, a sua base de cor é mais clara. Para as morenas, eu acho melhor quando elas apostam no look super claro do meio para as pontas”, explica o profissional.

Leia também:  Conheça a tendência sereísmo 2017 | Moda e Beleza

4. Crie dimensões
O colorista pode criar um efeito de sombra nas raízes, para que o loiro não fique tão contrastante. Isso também cria profundidade para o resultado final e dá um destaque mais natural para os fios claros.

5. Evite o cabelo alaranjado
Isso parece uma missão impossível para quem está acostumada a tingir o cabelo em casa. Porém, Matt tem a solução: “Garanta que o colorista mude o seu cabelo para o tom mais claro de amarelo antes de fazer a coloração final. Se isso não acontecer, ele está tingindo o seu cabelo para cancelar o laranja indesejado, e isso vai passar com o tempo. O laranja é um tom forte porque tem vermelho na composição, então ele acaba voltando”.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

6. Garanta que o seu cabelo está saudável
Não importa se o cabelo é tingido ou não, ele sempre vai parecer melhor se estiver bem cuidado. O ideal é sempre fazer hidratações – de preferência uma vez por semana ou no estilo cronograma capilar, para cabelos mais danificados – e cuidar bem para que ele não fique ressecado ou quebradiço.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.