PJC prende suspeitos de estelionato em Mato Grosso - Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
Celso Luiz Damas, 38 anos e Adilson Clugg, 35 anos- Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) prendeu na noite desta terça-feira (25) Adilson Clugg, 35 anos, acusado de praticar estelionato em Rondonópolis. Ele foi preso no bairro Sagrada Família na casa onde morava atualmente.

Gustavo Belão delegado de Polícia -Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
Gustavo Belão delegado de Polícia -Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Gustavo Belão, após o registro de quatro Boletins de Ocorrência no município eles começaram a cruzar os dados do suspeito e descobriram que ele já havia aplicado o golpe em outras dez cidades “Ele não fazia questão de tentar se disfarçar, na maioria das vezes ele usava o próprio nome para negociar” afirmou. Depois disso um trabalho de monitoramento foi feito até a prisão do suspeito.

Leia também:  Homem é preso após confessar que matou e enterrou corpo da vítima em Mato Grosso

Segundo as informações, as vítimas anunciavam a venda, ele fazia contato e comprava os veículos com cheques pré-datados que eram fraudados ou roubados. Somente em Rondonópolis o valor do golpe foi de R$52 mil.

Os demais municípios em que já há passagens são Itiquira, Ribeirão Cascalheira, Arenápolis, Terra Nova do Norte, Colider, Nova Monte Verde, Jaciara, Sorriso, Alta Floresta e Sinop.

Em entrevista o suspeito afirmou que trabalha com compra e venda de veículos e que não obrigava ninguém a vender os carros e que só vendia quem quisesse.

Um amigo do suspeito, Celso Luiz Damas, 38 anos, estava na casa no momento da prisão e na hora da checagem foi constatado que também havia contra ele um mandado por estelionato.

Leia também:  Dois supostos sequestros de bebê e criança são descartados pela polícia em MT

O delegado orienta a população para que tome muita cautela ao vender algum veículo e que se o pagamento for em cheque verifique com o próprio banco se não há queixas contra ele.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.