Emanuel Pinheiro, do PMDB, é o novo prefeito de Cuiabá. Ele foi eleito neste domingo (30) para chefiar o executivo da capital pelos próximos quatro anos. O pemedebista teve 157.877 votos, o que corresponde a 60,41% dos votos válidos. Wilson Santos, do PSDB, que também disputou o segundo turno teve 103.483 votos, que equivale a 39,59%.

Emanuel, que tem 51 anos, é deputado estadual, e essa é a segunda vez que ele concorre à prefeitura de Cuiabá. Ele representa a coligação “Um novo prefeito para nova Cuiabá” (PMDB, PTB, PR, PMB, PROS, SD, PSC, PTC, PT do B, PPL, PP e PRP). O vice-prefeito eleito é Niuan Ribeiro (PTB).

Filho do ex-deputado federal Emanuel Pinheiro da Silva Primo e Maria Helena de Freitas Pinheiro, Emanuel nasceu em Cuiabá em 12 de abril de 1965. Aos 18 anos, Emanuel entrou para a Faculdade de Direito do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). Formou-se em bacharel em 1988.

Leia também:  PSDB confirma convite de Pátio, mas ainda não fecha acordo

Aos 23 anos iniciou a carreira política, sendo eleito vereador de Cuiabá com 1.043 votos. Em 1994, foi eleito deputado estadual e, em 1998, foi reeleito para cargo. Aos 38 anos foi professor de direito constitucional em uma universidade de Cuiabá. Em 2005, foi secretário municipal de Trânsito e Transportes Urbanos de Cuiabá. Em 2010 e 2014 foi eleito para o cargo de deputado estadual.

Entre as principais propostas do prefeito eleito está a implantação da hora estendida nas creches e Centro Municipais de Educação Infantil CMEIs. De acordo com o projeto, as unidades escolares funcionarão uma hora a mais par atender os pais que trabalham até mais tarde. Além disso, Emanuel defende a expansão do projeto Guarda Armada através de um convênio com o governo do estado. No projeto, os policiais militares de folga poderão, voluntariamente, optar por trabalhar na folga e receber pelas horas trabalhadas.

Leia também:  Taques diz que não descarta disputar reeleição

Campanha

No primeiro turno, Emanuel Pinheiro recebeu 98.051 votos, o que corresponde a 34,15% dos votos válidos. Já Wilson Santos teve 81.531 votos, o equivalente a 28,40%. Após perder no primeiro turno, a candidata do PRB, Serys Slhessharenko, declarou apoio a Wilson Santos. Os demais concorrentes ao comando do Executivo não apoiaram nenhum dos candidatos no segundo turno.

Durante a campanha, houve ataques entre os dois candidatos. No debate realizado pela Centro América FM, no dia 22 deste mês, por exemplo, Wilson chamou Emanuel Pinheiro de inexperiente e estagiário. E, em contrapartida, o peemedebista o classificou de o candidato da desesperança e criticou o posicionamento dele.

Números finais da apuração em Cuiabá:
Emanuel Pinheiro (PMDB): 157.877 votos (60,41%)
Wilson Santos (PSDB): 103.483 votos (39,59%)
Votos em branco: 12.909 (4,15%)
Votos nulos: 36.594 (11,77%)
Abstenções: 104.235 (25,11%)
Fonte: TSE

Leia também:  Vereadores de Costa Rica participam de evento nacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.