Passados 17 dias do resultado das eleições em Rondonópolis, o vice-prefeito Rogério Salles (PSDB), já voltou ao batente.

Rogério que foi adversário de Percival, como havia declarado quando decidiu ser candidato a sucessão de Muniz, não renunciou ao cargo e tem despachado em seu gabinete na Prefeitura normalmente.

Segundo fontes da coluna Bastidores, alguns servidores, os mais ligados a Percival, chegaram a olhar de cara feia para o vice-prefeito, assim como para outros tucanos, que mesmo após o período eleitoral continuam nos cargos de confiança e por determinação do prefeito não serão exonerados.

Resta agora uma resposta para a atual situação, quem saiu ganhando, a democracia rondonopolitana; Salles que conseguiu se manter no poder ou Percival, que mesmo se sentido traído pelo PSDB, não dispensou os tucanos?

Leia também:  Tentando engolir

A reposta? Só o tempo poderá dizer.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.