Foto: AFP PHOTO / ACTED
Foto: AFP PHOTO / ACTED

A passagem do furacão Matthew deixou pelo menos 842 mortos no Haiti, segundo as autoridades locais ouvidas pela agência Reuters. Há milhares de casas destruídas e muitos bairros seguem inundados na península do sudoeste do país.

O furação Matthew está se movendo paralelamente à costa leste da Flórida, nos Estados Unidos, no início desta sexta-feira. Segundo o Centro Nacional de Furacões o fenômeno passou da categoria 4 para a categoria 3 esta noite (a máxima é de 5), mas o “olho do furação é extremamente perigoso”. Segundo a agência de notícias “Reuters”, pelo menos 478 pessoas morreram em terra firme no Haiti, onde o furacão estava na categoria 4.

Segundo a “CNN”, Matthew tem ventos de até 193km/h na Flórida, e o furacão está próximo ao Cabo Canaveral e a Daytona Beach. Cerca de 26 milhões de pessoas vivem em áreas que estão sob o furacão ou com aviso de tempestade tropical. Os meteorologistas acreditam que a Flórida deve ser poupada do pior do furacão, ficando algumas rajadas de vento e um pouco de chuva.

Leia também:  Homem agride cruelmente duas mulheres com golpes de martelo na França
Foto: AFP PHOTO / ACTED
Foto: AFP PHOTO / ACTED

O governador da Flórida, Rick Scott, informou num pronunciamento nesta sexta-feira que 600 mil residências estão sem energia e 22 mil pessoas estão em abrigos. “Enquanto a tempestade estiver acontecendo fiquem em casa”, recomendou.

O especialista em furações Jeff Masters afirmou em seu site Weather Underground que o furacão ameaça especialmente o Cabo Canaveral, que se projeta para o Atlântico ao largo central da Flórida. “Se Matthew atingir a terra firme ao longo da costa da Flórida, este seria o local mais provável para isso.

Foto: AFP PHOTO / ACTED
Foto: AFP PHOTO / ACTED

Bilhões de dólares em instalações e equipamentos estão em risco no Kennedy Space Center e bases próximas, que nunca experimentaram um grande furacão”, afirmou.

A Nasa e a Força Aérea americana, que operam a estação do Cabo Canaveral afirmaram já ter tomado as providências para proteger seu pessoal e equipamentos.

Leia também:  Maduro solicita ajuda do Papa para que ele impeça que os EUA invada a Venezuela
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.