Reprodução
Reprodução

Um homem matou a mulher e a enteada a facadas dentro de casa em Campo Grande (MS), após uma briga motivada por álcool e ciúmes. O crime foi testemunhado pela filha e neta das vítimas, uma criança de apenas cinco anos. No dia seguinte, o autor dos crimes se matou.

Maria das Dores da Silva, de 50 anos, e Daiane Julie da Silva, de 29, foram assassinadas a facadas pelo marido de Maria, Agenor Magalhães de Oliveira.

O casal estava junto havia quase 30 anos. O relacionamento era bastante conturbado. Segundo conhecidos, eles brigavam e bebiam muito.

O crime aconteceu por volta das 19h. Agenor, Maria e Daiane havia chegado da rua e bebiam na sala, quando começou a discussão.

Leia também:  Saque de conta inativa do FGTS é prorrogada e fica disponível até dia 31
Reprodução
Reprodução

Em determinado momento, Agenor correu atrás de Maria, que já estava na varanda. O homem golpeou a mulher com uma faca na região do pescoço. Daiane tentou defender a mãe e acabou ferida com um golpe.

A jovem saiu correndo para pedir ajuda aos vizinhos, mas não resistiu aos ferimentos e caiu no meio da rua. A filha de Daiane, de cinco anos, presenciou tudo.

De acordo com conhecidos, o homem já havia tentado matar Maria e foi preso. Porém, a mulher o perdoou e retirou a queixa. Pouco tempo depois, os dois voltaram a brigar.

No dia seguinte ao crime, o corpo de Agenor foi encontrado na oficina mecânica onde ele trabalhava. Segundo a polícia, o homem cometeu suicídio.

Leia também:  Acidente da TAM que matou 199 pessoas completa dez anos e ninguém foi condenado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.