Setembro não foi o melhor mês do ano para o abate em Mato Grosso (MT), segundo dados do Indea-MT, o nono mês do ano encerrou seus dias com pouco mais de 381 mil animais abatidos, número 3,83% menor quando comparado com o do mesmo mês do ano passado.

Dentre as características do abate de animais em setembro/16, vale ressaltar a proporção de machos sobre o total abatido, que somou 71,24%, é a maior parcela de machos na linha de abate desde outubro/10.

Esta maior frequência de bovinos machos deve-se a dois fatores: o primeiro é o ciclo pecuário, que indica para uma retenção de fêmeas, que vem ocorrendo desde meados de 2013, e isso reduziu o abate desta categoria, a segunda motivação é devido ao fato de que,
historicamente, os bovinos abatidos entre os meses de agosto e novembro são advindos principalmente de confinamentos, e esses animais são em sua maioria machos.

Leia também:  Hospitais filantrópicos de MT anunciam paralisação na próxima semana
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.