Mães denunciam que um pediatra se recusou a atender crianças no Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara, no sul goiano. Uma delas afirma que o filho de 10 anos estava com febre alta, dor de cabeça, vomitando e, mesmo assim, não foi avaliado pelo profissional durante o plantão. A Polícia Civil investiga o caso.

Foto: Reprodução/ TV Anhanguera
Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

“O médico se recusou a atender o pessoal que estava lá. Foi embora, meu menino estava com 39,5°C de febre. Ele passou, a enfermeira chamou, pediu para ele olhar o menino. Ele falou que não ia atender, que não precisava daquilo lá e simplesmente foi embora, pegou a mala dele e foi embora”, declarou a mulher que não quer se identificar.

Leia também:  Criança torturada pela mãe é levada para hospital com costela quebrada e braço fraturado

Outra paciente que também não conseguiu atendimento registrou boletim de ocorrência contra o médico Evandro Ribeiro. O delegado regional de Itumbiara, Giuliane Nascimento, apura o caso.

“Já aconteceram outras [denúncias], mas, como em todos os casos, a Polícia Civil tem muita prudência ao investigar esse tipo de ocorrência porque temos que averiguar o que levou o profissional da saúde efetivamente a deixar o seu posto de trabalho, se foi de forma justificada ou injustificada”, disse.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.