Uma mulher de 31 anos é suspeita de matar o irmão, de 33 anos, a facada, no Jardim Colúmbia, em Campo Grande. À polícia, a família disse que a vítima tinha esquizofrenia e era violenta.

Reprodução
Reprodução

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o homem vivia em cômodos no fundo da casa dos pais, mas no mesmo terreno. Por volta de 16h30 (de MS) a suspeita chegou na resdiência e foi direto falar com o irmão.

Minutos depois, os pais ouviram discussão e em seguida a irmã saiu correndo dizendo ‘fui eu, fui eu’. Os pais viram o filho machucado e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou que o homem já estava morto.

Leia também:  Cerca de 140 membros de facção criminosa são presos em festa de casamento na China

A vítima tinha lesão no olho esquerdo provavelmente causada por faca, encontrada no local, e também marcas compatíveis com esganadura no pescoço. Até a publicação desta reportagem a suspeita não havia sido localizada. O caso foi registrado como homicídio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.