Divulgação
Divulgação

O Ministério das Relações Exteriores da Espanha pedirá por via diplomática a prisão do suposto autor do quádruplo assassinato de uma família paraibana na Espanha, que está no Brasil, mas que ainda não foi detido.

A tramitação da ordem de prisão internacional começou depois que a Justiça espanhola foi informada na quinta-feira pela Polícia Federal (PF) sobre a localização do suspeito, que é sobrinho do pai da família, informou o Tribunal Superior de Justiça (CGPJ) de Castilla-La Mancha, a região em onde o crime ocorreu.

A PF informou ontem em comunicado que aguarda autorização para abrir uma investigação contra François Patrick Nogueira Gouveia, o jovem de 20 anos suspeito matar a família, na cidade da província de Guadalajara. Ele prestou depoimento na Paraíba no último dia 30, mas não foi detido, apesar de existirem duas ordens de detenção emitidas pela Interpol contra ele.

Leia também:  Controladora de voo lança livro relatando tragédia da Chapecoense que matou 71 pessoas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.