Uma americana de Layton, no estado de Utah, acusou um oficial da cidade de ter abusado dela durante uma revista policial. Amanda Houghton, de 34 anos, que é casada e tem dois filhos, estava dirigindo quando se envolveu numa batida de carro. Chamou a policia.

Foto: Reprodução (Daily Mail)
Foto: Reprodução (Daily Mail)

O guarda que chegou ao local do acidente prendeu Amanda, acusando-a de ter provocado a colisão e de dirigir bêbada. Algemada, Amanda foi revistada. Ela fez depois uma denúncia: disse que o policial abusou dela na abordagem: “Passou a mão em mim descaradamente, nos meus seios e nas partes íntimas”.

Foi um pesadelo”, desabafou ela ao canal local da Fox. Amanda foi presa depois de ser revistada.

Leia também:  Australiano que matou os filhos para se vingar da mulher é condenado a prisão perpétua

Amanda está processando o departamento de polícia de Layton por abuso de poder: “O guarda simplesmente queria passar a mão em mim. Me bolinou. Não foi uma revista comum. Houve também desrespeito, inclusive dos direitos civis”.

A americana conta que não estava sob efeito de álcool e que um teste, feito logo após a revista num hospital indicado pela polícia e documentado, constatou que ela não tinha bebido nem usado drogas.

A corporação alega que não considerou errada a abordagem .

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.