Divulgação
Divulgação

Prefeito da cidade de Oersdorf, na Alemanha, Joachim Kebschull, de 61 anos, foi agredido  com um taco de madeira, enquanto se dirigia para uma reunião na sede da prefeitura, localizada no norte do país.
Kebschull, que defende abertamente o acolhimento de refugiados, já havia sofrido ameaças de morte e também de ataques a bomba. De acordo com o jornal “Bild”, ainda não houve identificação do agressor de Kebschull, que conseguiu fugir.

Marcado pelo posicionamento favorável ao asilo de refugiados da Síria, o governo da chanceler Angela Merkel vem recebendo críticas dos setores mais conservadores da sociedade alemã. Recentemente, Merkel assumiu publicamente que havia “perdido o controle da situação”.

Leia também:  Vírus da zika pode matar células de tumor cerebral
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.