A 8ª estimativa da safra 15/16 do algodão trouxe novo reajuste para a produtividade do estado de Mato Grosso (MT). Ao contrário do que foi visto na 14/15, cuja produtividade foi a maior já registrada, a safra 15/16 apresenta rendimentos muito abaixo dos já registrados. As informações são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Assim, a produtividade média estadual ficou em 238,8@/ha, o que representa um recuo de 12,9% em comparação com a safra 14/15.

O nordeste de MT oficialmente foi a região que mais sofreu prejuízo pelo déficit hídrico do Estado, fechando a média da produtividade em 191@/ha, uma queda de 26,5% ante a safra anterior. A região menos prejudicada foi a oeste, porém, ainda assim, exibindo recuo de 10,7% na produtividade em relação à safra 14/15, com média de 253@/ha.

Leia também:  Jaciara | Obras do reservatório de água na sede do DAE estão aceleradas

Desta forma, pode-se observar os impactos do déficit hídrico no Estado, que causou grande
queda no rendimento produtivo, e suprimiu o emprego de tecnologia realizado nesta safra.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.