Os trabalhadores da empresa Certari que prestam serviços terceirizados a Empresa Brasileira de Correios em Rondonópolis reclamam que estão desde setembro sem receber os benefícios como vale cesta básica, vale alimentação, vale transporte e parte do salário. Os funcionários prejudicados atuam como carteiros na cidade.

A relação contratual dos Correios com a empresa “Certari” é de prestação de serviço de Mão de Obra Temporária (MOT). Um dos funcionários explicou que eles chegaram a fazer greve por falta de pagamentos dos salários, mas que após um acordo com a empresa voltaram a trabalhar. “Mas a Certari não está cumprindo com o que ficou acordado com a greve”, reclamou o carteiro.

De acordo com o secretário administrativo do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios em Rondonópolis (Sintect-MT), Jonas Oliveira, essa situação não é só local, mas sim estadual. “Desde que a Certari passou a tomar conta dos serviços são que ocorrem esses atrasos” disse Jonas.

Leia também:  Inscrições abertas para cursos gratuitos em Rondonópolis

O representante do Sindicato explicou que eles sabem que o repasse é feito pelos Correios, porém que a Certari não paga corretamente os funcionários. Jonas também afirmou que uma luta do Sindicato é que haja concurso para atender a demanda dos cargos.

Em contato com a Certari, a empresa se limitou a informar que “estará efetivando o pagamento do benefício que encontrava-se em aberto, não ficando assim nenhuma outra pendência junto aos mesmos”.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.