Imagem: DELEGACIA ESPECIALIZADA EM ROUBOS E FURTOS DE BARRA DO GARÇAS
Foto: Reprodução / Jornal da Notícia

Uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças, realizada em conjunto com o Núcleo de Inteligência da Regional, levou a prisão de Edivaldo da Silva Souza, de 34 anos, conhecido por “Negão”, acusado de dois latrocínios, e membro de uma quadrilha envolvida em diversos crimes nas cidades de Alto Araguaia, Ponte Branca, Torixoréu e Barra do Garças.

O suspeito estava com dois mandados de prisão em aberto, ambos por latrocínios. Por um dos crimes cometidos, em Caiapônia (GO), está condenado a 25 anos de prisão. O segundo crime foi cometido em Vila Rica, comarca originária do mandado de prisão preventiva, em Mato Grosso.

Leia também:  Falha em serviço de telefonia afeta número de emergência 192 do SAMU em Rondonópolis

O criminoso foi localizado na cidade de Anaurilândia, em Mato Grosso do Sul, por uma equipe de Barra do Garças que se deslocou até o município para efetuar a prisão do criminoso. Ele também era procurado em Barra do Garças por roubos cometidos na cidade, um deles no dia 10 de outubro deste ano.

A vítima, um motorista de caminhão boiadeiro, foi rendida na Rodovia MT-100. Conforme o delegado da Derf, Wilyney Santana Borges, que coordenou a prisão do criminoso, junto com o NI, para fugir dos ladrões, o caminhoneiro parou o veículo em um bar-residência às margens da rodovia, mas acabou rendido por eles, que passaram a agredi-lo com coronhadas de revólver. “Os suspeitos também renderam o proprietário do estabelecimento e subtraíram vários objetos da casa, como celulares, aparelhos de som e máquina de fotografia”, contou.

Leia também:  Acusado de matar mulher e jogar o corpo em uma vala é preso em MT

Após a abordagem, as vítimas foram colocadas dentro do caminhão roubado e abandonadas amarradas em uma mata próxima à cidade de Bom Jardim de Goiás (GO).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.