Imagem: Protesto aconteceu na Praça Brasil
Protesto realizado na tarde desta segunda-feira – Foto: Ronaldo Teixeira/ AGORA MT

Os alunos das três turmas de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) campus Rondonópolis tiraram esta segunda-feira (28) para reivindicar melhorias para o curso. O curso foi implantado na instituição em 2014 e hoje tem cerca de 100 alunos.

De acordo com a estudante Pollyana Duarte Arruda, aluna do 4º semestre, afirma que o movimento é para chamar a atenção da comunidade e dos políticos sobre a importância e carência do curso no município “ Precisamos que todos entendam que o curso de medicina também irá ajudar a saúde em Rondonópolis” afirmou.

Entre as reivindicações estão melhorias no curso, limitações no número de docentes e um convênio entre a Universidade e entidades de saúde. Ela afirmou que o convênio é uma grande ferramenta para que os alunos tenham contato com os pacientes. Já em relação ao número de docentes ela afirmou que a quantidade é suficiente para atender as três turmas, porém com a entrada de novos alunos no próximo semestre não será mais.

Leia também:  Inscrições abertas para cursos gratuitos em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.