Wellington Ribeiro da Silva, 49 anos, foi condenado a 47 anos e nove meses de reclusão pelo triplo assassinato ocorrido em março de 1997 no bairro Monte Líbano que chocou a cidade de Rondonópolis. Ele já havia sido julgado em 2006 e chegou a ser absolvido, porém o Ministério Público apelou e ele foi julgado novamente.

Wellington está foragido e não foi localizado. Ele esteve preso na Penitenciária da Mata Grande, mas fugiu em 2013 quando trabalhava fora da cadeia.

O FATO

Segundo consta nos autos Wellington comandava uma quadrilha de assaltos e assassinatos em Rondonópolis e mantinha um caso com a vítima Luzia Pereira da Cruz que tinha dois filhos de outros relacionamentos, um de dez e outro de três anos.

Leia também:  Poconé | Mais de 30 presidiários fogem de cadeia pública

Ele suspeitava que a vítima estaria passando informações à polícia e por isso decidiu matá-la. Na noite do crime ele foi até a casa dela, conversou um pouco e ao abraça-la a esfaqueou.

O filho mais velho teria visto o crime e tentou fugir, mas foi derrubado e morto também a facadas. A criança de três anos que já estava dormindo acordou com o barulho e quando descobriu a cabeça e viu o suspeito começou a chorar, ele então a matou.

Depois do crime ele fechou a casa e desapareceu. Os corpos degolados só foram encontrados cerca de dois dias depois.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.